Turning the despair off

 

Desligando o botão do desespero

fat mermaid

 

Não sei exatamente quantos dias fazem, sei que faz mais de uma semana. Não sei exatamente o quanto emagreci, sei que foi o bastante para que eu notasse. Acho que foi algo em torno de 3kg.

Estou feliz e ao mesmo tempo com  medo de que algo dê errado. Estou corrigindo alguns erros que cometi sem saber, por exemplo, tomar leite. É muito boa a sensação de não comer compulsivamente de novo. Não vou ficar planejando como quero estar neste fim de ano, ou no verão, ou se vou estar tão flácida que continuarei a me sentir mal com meu corpo. só sei que estou feliz de estar de pé, contrariando todas as probabilidades.

Advertisements

Como é bom recomeçar

Parece que finalmente a paz está voltando ao meu coração, a depressão está me abandonando e eu estou começando a dominar minha doença, a medida em que não deixo a fome emocional tomar conta do meu ser.

Sinto que os florais de Bach também estão me ajudando, estou mais zen.

Obrigada, Deus, por essa oportunidade!fat

De volta ao espelho

fatmermBom, eu sei que tenho andado que nem político, que só sabe prometer e nunca cumpre…. Mas independente da tristeza de ter tentado recomeçar 400 mil vezes, e ver a balança apenas subir, independente do desespero que me dá em pensar que estou deixando isso acontecer de novo, mesmo tendo sido inspiração para muita gente, o primeiro passo é ser honesta: eu estou fora de controle. Venho de um ano estranho, onde ando comendo compulsivamente e sem restrições. Agora parece que  está bem pior do que antes porque estou menos confiante em mim mesma. E avinhem como eu alivio o medo de estragar tudo de novo?

acertou quem pensou em comendo.

Fico pensando em quantas pessoas no mundo sofrem com esse mal, mas ao mesmo tempo, vejo que há amigos que estão conseguindo manter o peso perdido por anos. Eu errei em algo…

Lembrando de quando eu voltei a engordar, faz mais de 1 ano. Foi exatamente no meu período de desmame, há cerca de 1 ano e meio, fui invadida por uma fome incontrolável que nunca mais me abandonou.

Hoje estava lendo o depoimento de emagrecimento de Fernanda Thedim, uma jornalista que perdeu 5 kg com a versão light da dieta dukan. Eu gosto da dieta dukan e não gosto ao mesmo tempo. Gosto porque ela não tem restrição de quantidade. Não gosto porque não posso, por exemplo, chupar um inofensivo picolé de limão. Então achei essa história de emagrecimento e esse cardápio que restringe a quantidade de carboidrato a 20g por dia. Pensando assim, até dá para um picolé de limão. Principalmente se eu mesma fabricar, com gelatina diet.

Então estou me sentindo confiante para recomeçar e bolando estratégias, como por exemplo, fazer aquele delicioso mexido com legumes , cebola, ovo e queijo no jantar, que é a hora em que chego da faculdade e a fome aperta. Poder comer salada todo dia também me anima. Poder fazer meus doces e carregar pra facul também.

Além disso, eu tenho minhas metas com a atividade física que vai começar com caminhadas 3 vezes por semana, e se Deus quiser, nas férias vou entrar numa aula de dança. Dançar é a atividade física que mais amo.

Meu marido continua magro e sem me fazer críticas. Acho que no fundo ele sabe que posso virar esse jogo. Eu sempre soube que o segredo era não desistir de mim mesma nunca.