uma sacudida para voltar aos trilhos

Gente, estou numa semana dificil. e isso já está refletindo na minha alimentação. tive uns acessos de compulsão essa semana e mal é quinta feira e já entrei nos flex. acreditem se quiser.

e além disso dei uma parada com a atividade fisica. analisando profundamente eu não sei bem o que é, tive uns acessos nervosos estranhos tbm, fiquei chocada com coisas tristes que aconteceram na minha rua. tive dificuldade de administrar a papinha da Mel pois faltou paciencia. chorei, me descontrolei e só hoje eu fui procurar entender no cerne: preciso acabar com esse complexo de supermãe e deixar certas coisas fluirem com mais naturalidade. é de vagar que ela vai se acostumando a novos alimentos e eu não posso “comer por ela” nos meus ataques de compulsão.

Hoje depois de uma caminhada renovadora eu sentei na frente do jornal pessoal e anotei tu-din-ho. estrogonoff, bolo, batata palha à tarde, creme de leite pra caramba, frutas em exagero. tudo isso pra que? para me auto-sabotar lógico.

Minha proxima meta é chegar aos 54 kg, é muito simples, se eu buscar lá no fundo aquela vontade de conseguir, se eu puxar para perto de mim o equilibrio e mandar embora essa maré ruim eu consigo.

e como é bom poder voltar aos trilhos. espero só que a balança não acabe me condenando por este deslize. aff

bjs galeril (galeril nada, de repente esse blog ficou deserto. rs)

Advertisements

2 thoughts on “uma sacudida para voltar aos trilhos

  1. Oi queridinha!!
    Eu ando muito sumida do blog, mas tenho vindo te ler sempre que posso. Eu tb sai dos trilhos e está difícil voltar. Se concentre naquela garra que você tinha, tenho certeza que tudo voltará ao normal e você chegará aos 54 kg.
    Não desista, já se foram muitos quilos pra não dar certo agora!
    Continue nadando e não morra na praia! 🙂
    Beijinhos!!!

  2. Oi Wendy. Olha! Esquece o número da balança e se oriente sempre que “caiu, levanta”. A R.A. por ser pra sempre, contém no meio do caminho tropeços que às vezes nem mesmo fazem estragos. Tomara que seja este seu caso.
    Mas se não for… olha eu aqui… não tô com tanta pressa, quero só meus 58 Kg.
    Aliás por eu estar trabalhando na Emergência as enfermeiras apóiam demais a cirurgua do estômago, mas como sei que a R.A. que estabiliza o peso de qualquer forma e o Dr. Alfredo diz que mesmo com cirurgia se não fornecermos as coisas que precisamos, podemos nos entupir de líquidos engordiets por exemplo… melhor não correr o risco e aprender com a R.A.
    Não digo Nunca, mas somos as doidas da bandeira R.A. na nossa vida né?!
    Olha como tu já conquistou tantas vitórias.
    Então… eu trabalhando já me ajuda mais, acredita?! Não penso tanto em comida, mas como mesmo sem fome de 3 em 3 horas.
    Farei horário noturno… estranho comer à noite, mas vou manter-me assim.
    Recepcionista da Emergência e Sábado (hoje) estréio sozinha. Bora lá né!
    Respondi no seu orkut sobre meus blogs, mas estão fáceis de serem localizados.
    Bjs!!!
    Ah… de mãe sou mãe de dogs, queremos sempre fazer o nosso melhor, mas é impossível ser perfeita. Podemos não fazer os erros que nossos pais cometeram, aprender com eles… mas mostre seu lado humano sempre à Mel. Pra que ela não sofra de perfeccionismo e seja uma pessoa de “bem”. Pronto! Tua parte estará feita!
    P.S. Não mime ela demais hein! hehe [;)]

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s