uma sacudida para voltar aos trilhos

Gente, estou numa semana dificil. e isso já está refletindo na minha alimentação. tive uns acessos de compulsão essa semana e mal é quinta feira e já entrei nos flex. acreditem se quiser.

e além disso dei uma parada com a atividade fisica. analisando profundamente eu não sei bem o que é, tive uns acessos nervosos estranhos tbm, fiquei chocada com coisas tristes que aconteceram na minha rua. tive dificuldade de administrar a papinha da Mel pois faltou paciencia. chorei, me descontrolei e só hoje eu fui procurar entender no cerne: preciso acabar com esse complexo de supermãe e deixar certas coisas fluirem com mais naturalidade. é de vagar que ela vai se acostumando a novos alimentos e eu não posso “comer por ela” nos meus ataques de compulsão.

Hoje depois de uma caminhada renovadora eu sentei na frente do jornal pessoal e anotei tu-din-ho. estrogonoff, bolo, batata palha à tarde, creme de leite pra caramba, frutas em exagero. tudo isso pra que? para me auto-sabotar lógico.

Minha proxima meta é chegar aos 54 kg, é muito simples, se eu buscar lá no fundo aquela vontade de conseguir, se eu puxar para perto de mim o equilibrio e mandar embora essa maré ruim eu consigo.

e como é bom poder voltar aos trilhos. espero só que a balança não acabe me condenando por este deslize. aff

bjs galeril (galeril nada, de repente esse blog ficou deserto. rs)

Como eu atingi um imc saudável

Gente, eu gostaria de fazer com vocês um passeio sobre esse filme do meu emagrecimento, com a lista de todas as pesagens até agora que atingi um imc saudável, e olhem que esse filme ainda não está no fim hein. E se deus quiser ele vai terminar com um “feliz para sempre”. afinal emagrecimento e R.A é algo que deve durar para sempre senão o efeito acaba e a carruagem vira abóbora rs.

Pois bem. temos uns bons meses pela frente de aprendizado e de poder viver mais confiante, mais feliz e uma porção de “mais”. afinal, emagrecimento é soma, ao contrário do que nós quando estamos na fase  de pensamentos gordos, de achar que “mais” é colocar mais comida no prato, comer mais doces… ledo engano, quem vive com sobrepeso/obesidade passa fome de comida por não saber saborear o que a vida tem de melhor. Estar livre do vício da comilança é tão bom quanto se livrar de uma droga que nos impulsiona e age nos nossos pensamentos, tentando dar uma falsa solução para nossos fracassos.

Bem, gostaria de digitalizar toda a minha pesagem desde que ganhei a Mel mas meu tempo aqui é sempre curto para escrever ( e está mais curto ainda por causa dos estudos). o meu peso máximo foi uns 95. digo isso porque cheguei aos 90 em 7 meses e de lá para os meus quase 10 meses de gravidez ( a Mel nasceu de 42 semanas) e nos ultimos meses engordei demais. Foi uma média de 3kg por mês.

Mas eu tive muita paciência e boa vontade de virar esse jogo e graças a Deus, 31kg off, hoje eu posso dizer que em relação ao peso estou em plena saúde. conquistei meu imc saudável. 🙂 E isso tudo graças a Deus e a vocês, Geiza, Thaís Lillian, poucas e ótimas amigas que fiz aqui e que estiveram do meu lado me dando apoio. Por isso e por outras que estou sempre aqui torcendo para que vocês conquistem tudo de melhor e o quanto desejarem nas suas vidas. vocês são lindas demais viu!!

Hoje com 64kg eu lembro o passo a passo dessa vitória. as maravilhas de sentir prazer em fazer uma atividade física, poder ir ao clube e correr com minha filha nos braços, poder nadar e namorar meu marido, vestir roupas que desejo e além de tudo não fumar. graças a Deus na gravidez eu larguei o cigarro para nunca mais.

enfim, e que este final feliz seja apenas um inicio de uma vida, baseada numa escolha. A escolha certa. simplesmente isto.

bjs gente

ôba -1,8 kg!!!

Depois da tempestade…. vem a bonança

ou melhor, depois do platô vem a supresa na balança. que bom que já voltei a emagrecer.

a receita dessa semana foi uma mistura muito doida de carpe diem com atividade fisica em dia. Comi fritura, tomei caipi frutas melando açúcar, nadei, namorei muito no dia dos pais, segurei muito a Mel no colo e por aí vai…

 

bjs gente!

Abrindo verbo sobre gravidez e cirurgia

Decidi fazer este post porque sei que muita gente quer saber a realidade. E aí? como fica o corpo após a gravidez, o que muda?

O corpo da gente muda à medida que os anos passam. Disso não restam dúvidas! Pessoas como eu, que sofreram de efeito sanfona passam mudanças ainda mais tristes. Meu corpo por exemplo engana legal quando está de roupa, tenho seios grandes e qualquer sutiã os empina, a barriga diminuiu bem após o emagrecimento. mas se comparado ao meu corpo com 15 é um desastre. sério.

Obviamente eu não posso culpar nem a gravidez nem a amamentação por isso. Mas a gravidez é um periodo onde a pele estica muito, principalmente a pele da barriga. Conheço algumas mulheres que continuaram com barriga bonita após a gravidez, 100 por cento delas engordaram pouco e fizeram exercícios antes, durante e depois de terem seus filhos.

é por essas e por outras razões que no final do ano vou fazer um ajuste nos seios e na barriga. A cirurgia será mini-abdominoplastia e mastopexia. uma cirurgia grande que vai me render um periodo bacana de recuperação e reflexão, afinal, eu poderia ter evitado isso se tivesse levado à sério a R.A e os exercícios desde os meus 15 anos.

 

(foto do post: Carol Diekmann após ter 2 filhos e de ter engordado 28kg na última gravidez- fala sério será que não rolou uma plasticazinha aí?)rs

hoje é dia de…

Pesagem. e também de platô. Pensei que iria ter perdido uns 1,0 kg essa semana e a balança que adora me surpreender marcou o mesmo peso, nem uma grama a mais nem uma grama a menos. Sim, eu caminhei no domingo e fiz minhas atividades fisicas semanais direitinho embora não tenha confirmado cota diária todos os dias. e ah, nos dias que confirmei comi menos do que devia e deve ser por isso que estou sentindo uma dor de cabeçazinha e uma sensação de desânimo. Então é isso, platô de novo, bem feito pra mim. ganhei uma multa mas não vou me deixar abater. já colei no jornal pessoal e já estou bem animada para ver quando é que esse platô vai sair de mim.

e a boa notícia é que os estudos vão de vento em popa e por isso estou atualizando menos o blog, mas estou aqui ainda tá? :).

 

bicotas!

 

cuma?

Estou me sentindo um pouco perdida com relação à introdução de alimentos para a Mel. agora ela começou a provar as coisas mas ainda não se alimenta delas. No folheto sobre amamentação que recebi do vigilantes diz que enquanto a mel mamar mais no peito que comer outros alimentos eu devo manter a cota diária como sendo para lactentes.

Além disso, eu passei 10 dias sem atividade física. confesso que estou meio mole, ontem eu tava morta da viagem mas hoje não tenho desculpas. este corpo ainda necessita ser secado.

na minha cidade ninguém notou o emagrecimento porque quando saí de lá tinha exatamente o peso que tenho hoje. exceto a minha mãe que me viu na gravidez e no parto, ela ficou adimirada e pediu preu ir com cautela. expliquei a ela que estou fazendo tudo com a recomendação do vigilantes e que não c ometo exageros e nem passo fome.

ah e outra coisa boa foi entrarem duas calças lindas. numero 40, mas mal posso esperar pelas numero 38.

da-lhe jornal pessoal, preciso acabar com esse desanimozinho que tá me abatendo.