so tight!

estou passando aperto essa semana. muita preguiça de malhar, n sei o que faço pros meus animos voltarem. e p/ manter a minha meta de perder 3kg em 1 mes eu vou precisar eliminar pelo ou menos 1kg essa semana. nhai será que ainda dá tempo? mesmo eu tendo andado com essa fome toda?

confesso q estou insegura…

e além disso uma carne que fiz que ficou delicia me rendeu beliscadas. estou andando grudada no jornal pessoal e descontando cada ponto sem pãoduragem nem mimimi, caminhei todos os dias com o bebe,  espero q isso me ajude…

mas hj podia rolar uma pedalada ou uma caminhadinha mais puxada. como fazer isso sozinha tendo bebe e com marido super cansado sem ânimo pra caminhar?

nessa hora nem seria pecado desejar que nós dois estivéssemos de dieta…

talvez agora rolasse de frequentar uma aula de dança, ou fazer capoeira q é um sonho e queima calorias demais. ou voltar pro ballet ( com esse peso todo ia ser engraçado) , ou dança do ventre (lol) ou sei lá…. preciso mexer esse traseiro gordo. sério.

vou pensar numa solução até amanhã e conto aqui.

beeeijo.

Advertisements

I have a dream…

Ontem fui olhar vestido de noiva com uma amiga magra numa dessas lojas chiquérrimas de noivas de bh, Patricia Nascimento, a que faz roupas para celebridades .

Logicamente havia vestidos maravilhosos, e quem lê esse blog sabe que vestido de noiva mexe comigo. Eu tenho o sonho de me vestir de noiva de novo, eu casei grávida e com 81kg, quando vi meu album quis chorar e nunca deixei meu marido assistir a filmagem, medo de me ver gorda… ai ai…

E carol ontem naquele vestido, tão linda com seus 54kg me fez refletir, meu deus pq engordei? pq fiz isso comigo?

são perguntas que ainda não tenho a resposta, mas espero poder não só entender como nunca mais reagir dessa forma.

Essa semana estou enrolada com a ergométrica mas de hoje ela não me escapa.

ah e ontem fiz macarrão com tomate seco e alcaparras e comi só meia chícara. (apesar da insistencia das visitas)

essa semana quisera eu perder 1kg para manter a minha meta de 3kg por mes. preciso me esforçar bastante de agora pra frente para não decepcionar a mim mesma.

bjs gentem!

como eu gostaria de ser…

Hoje eu gostei demais do livrinho do VP, a semana 6. Tem uma parte que ensina a gente a imaginar. e isso é bacana poder se imaginar magro ou tendo atitudes diferentes em relação à comida.

E outra coisa que achei legal foi a história de estabelecer muito bem as metas.

e as minhas são:

pesar 65kg até julho, meu niver (faltam 10 kilitos)

pesar 51 kg até janeiro, o peso magro que me acompanhou muito tempo e na minha melhor fase.

sei que de agosto pra lá terei que suar muito a camisa, pretendo entrar na musculação para definir mais

Minha odisséia com a balança continua, claro. essa semana se foram 600 g, viajei, não malhei, interior e aproveitando biscoitinhos caseiros.

mas tudo bem, estou reagindo bem até quando vou abaixo das expectativas, quero seguir emagrecendo essa semana, fazendo tudo direitinho e espero chegar lá.

Meu jornal pessoal está de vento em popa.

e já peso o mesmo tanto que meu marido, 75kg, não é o máximo?

Pãoduragem fail

Como disse a minha orientadora do vp: (aliás, sempre começo uma frase citando ela, daqui a pouco terei uma coleção de quotes rs)

quem fica com pãoduragem com os flex não chega lá.

Desde que entrei no VP estou desenvolvendo um método de pesquisa sobre emagrecimento baseado em evidencias, logicamente eu sou a cobaia e tive que tentar entender o  porquê de neste ramo da minha vida relacionado ao peso algo sempre tinha que dar errado.

colocando em miúdos, desde que entrei para o VP estou testando jeitos de comer, consumir os pontos, me mexer e tals e logicamente nas duas semanas em que não consumi nenhum ponto flex eu dei uma secada maior.

mãssss, acontece que todo ser humano que foi um bebezinho e aprendeu desde cedo que a vida é feita mais de  alegria que tristeza, mais entropia do que ordem e que ninguém vive sem um mimo de vez enquando, sabe que não adianta ficar com pãoduragem com os flex pq isso não é totalmente duradouro.

resumindo: ontem eu fiz o maximo para evitar entrar nos flex, mas aconteceu de eu ter muita vontade de comer um sanduiche de frango grelhado na lanchonete, com um molho ultra gordo à base de maionese resultado, entrei mesmo c/ 12 pontos flex e tudo.

e quer saber não bate nem arrependimento. estou atrás de um emagrecimento duradouro e não de uma mudança radical de hábitos, um regime que me leve a me privar muito e depois engordar tudo de novo.

pq se comer o que a gente gosta de vez enquando fosse terminantemente proibido acho que dificilmente eu teimaria em ter um peso saudável.

é isso, emagrecimento duradouro e corrigindo os velhos hábitos aí vou eu.

Filósofos da geladeira

Eu me integro a um seleto ou nem tão seleto assim, grupo de pessoas que abrem a geladeira para pensar:

1-para pensar no que comer.

2-para ver os alimentos apetitosos se ainda parecem tão bons quanto são nos meus pensamentos.

3-para pensar nos problemas e comer sem ver.

4- para descontar as frustrações com a vida em tudo que cabe num quadradinho mágico chamado geladeira.

Confesso que dentre essas especialidades, a 3 e a 4 são as minhas favoritas. Já comentei aqui que sou o tipo de gordinha cega, então este negócio de anotar todos os dias o que como está sendo um sacrifício valioso pois só assim tenho visto o que está acontecendo.

Hoje por exemplo tive uma compulsão homérica. Meus peitos se encheram de leite de ontem pra hoje e isso deve ter custado pra caramba do meu corpo. (só tenho essa explicação para essa fome avassaladora que estou sentindo) Ontem fiquei com preguiça de comer mais 5pts e atingir a cota diária. resultado:  agora são 17: 05 do outro dia e eu já atingi a cota diária, devorando produtos lights feito uma baleia de boca aberta num mar light!

é mole?

Filosofias à parte mas resolvi esfregar os meus olhinhos e tentar enxergar antes de transformar esse ataque compuslivo de hoje numa compulsão VERDADEIRAMENTE catastrófica.  decidi pesquisar sobre este comportamento pra ver se entendo um pouco a raiz desse mal:

As compulsões, comportamentos compulsivos ou aditivos são hábitos aprendidos e seguidos por alguma gratificação emocional, normalmente um alívio de ansiedade e/ou angústia. São hábitos mal adaptativos que já foram executados inúmeras vezes e acontecem quase automaticamente.

Diz-se que esses comportamentos compulsivos são mal adaptativos porque, apesar do objetivo que têm de proporcionar algum alívio de tensões emocionais, normalmente não se adaptam ao bem estar mental pleno, ao conforto físico e à adaptação social. Eles se caracterizam por serem repetitivos e por se apresentarem de forma freqüente e excessiva. A gratificação que segue ao ato, seja ela o prazer ou alívio do desprazer, reforça a pessoa a repeti-lo mas, com o tempo, depois desse alívio imediato, segue-se uma sensação negativa por não ter resistido ao impulso de realizá-lo. Mesmo assim, a gratificação inicial (o reforço positivo) permanece mais forte, levando a repetição.

é exatamente o que está acontecendo comigo hoje. uma tentativa de gratificação que não é exatamente fome. é vontade de comer, é ter o pensamento invadido por aqueles “eu mereço” from hell. A compulsão é tanta que às vezes, comendo um alimento já estou pensando no proximo. Comer, comer , comer para saciar o meu vazio de respostas de não sei o quê. E para falar a verdade, agora não interessa. Só quero dizer isso a mim mesma: chega!

não quero mais esse alívio temporário que dói. não quero mais esse alívio que adoece a minha relação comigo mesma e com o espelho.

Eu quero a sorte de um amor tranquilo…

com sabor de fruta mordida…

Mas não tô falando de amor entre homem e mulher não. este eu já tenho um quase tranquilo. rs

tou falando de minha relação amorosa e passional com a comida, foi disso que a orientadora do vp falou ontem.

Se eu pegar um histórico, eu e a comida , a comida e eu vou vislumbrar um romance atribulado, cheio de idas e voltas, de tudo ou nada. até certos momentos passionais mais violentos de acordar pensando naquele ovo de páscoa e durante o dia se entregar aos braços dele… parece até novela. rsrs

Mas agora estou almejando um amor mais tranquilo, e lógico, o VP está me ajudando demais.

essa semana foi-se mais 1kg.

estou feliz e confiante que ao final dessa novela terei um happy end…

bjs

Eu mereço!

Se existisse um campeonato de auto-sabotagem, eu  com toda certeza venceria porque, ninguém é tão expert e phd nesta arte quanto eu.

Posso colocar aqui uma lista enorme de táticas para se autosabotar no amor, no trablho e na dieta e fuder com a sua vida em 3 dias.

Na última reunião do VP, a orientadora falou uma coisa que ficou na minha mente: ” eu mereço emagrecer”.

imediatamente me bateu a reminiscência dos tempos de comliança à regalia, em que no meu pensamento sabotador eu ficava matutando:” pôxa, vou comer sim essa banana split e depois chegar em casa e beliscar lombo de porco com mel porque eu acordei hoje e comi pão integral…”

E quando eu não me rendia às tentações aquele “eu mereço” permanecia ali, na minha mente como uma sirene “eu mereço diamante negro, eu mereço pé de moleque, eu mereço parfait, eu mereço ir no momo e detonar, eu mereço pizza de quatro queijos, eu mereço comida com óleo, eu mereço cheetos de requeijão…”

Nunca tinha me ocorrido o seguinte: eu mereço MESMO é emagrecer e poder vestir nas roupas que eu sonho, poder tirar fotos sem medo e também sair na rua sem medo que um ônibus de garotos vindos do colégio decidam me fazer alguma piadinha, eu mereço ir em reuniões da familia sem notar os olhares indiscretos das pessoas para as minhas gorduras, eu mereço ser mais saudável e feliz, me sentir mais confiante no meu casamento e em relação à minha aparência. sim, isso tudo eu mereço, definitivamente.