I want to break free

win_20170226_18_17_53_pro-2

Hoje decidi corrigi meus erros da Atkins que me fizeram estagnar o peso, entre eles estão:

 

  • não dar espaço mínimo de 7h entre as refeições
  • não pesar alimentos
  • não comer 30g de proteína em cada refeição
  • não mexer o corpo

 

algumas dessas coisas vou corrigir assim que puder: por exemplo, não estou ainda com condições financeiras para uma balança de cozinha

mexer o corpo depende de ter tempo, semana passada estava fazendo entrevistas de estágio e este tempo não sobrou

o espaço entre as refeições e as 30g de proteína eu vou olhar pelo fat secret, como tenho feito às vezes

desta vez eu travei uma batalha dura contra a balança. estou motivada e sonhando muito com o dia que eu for imc saudável de novo. não estou pedindo para ter o corpo da Luma de Oliveira, estou pedindo a deus um imc saudável de 64 kg.

eu vou chegar lá. vou voltar aos meus 54 kg e pretendo manter. pode ser que dessa vez o emagrecimento leve mais de um ano, mas é um caminho que estou trilhando e que está me fazendo muito bem.

 

quando eu tiver 60kg

mariachubby-24

 

Estou seguindo uma dieta Atkins, estou quebrando minha cabeça , me montando e me desmontando, estou emagrecendo, mas não com a velocidade com que estou acostumada. estou tendo que me acostumar com esta perda de peso lenta e essa parte não é exatamente a mais fácil.

já é fervereiro, dia 10, eu comecei antes do natal então creio que há 2 meses. sem contar que eu vinha mantendo peso com a low carb por 6 meses.

às vezes fico sonhando com dia que terei 60 kg. quero vir aqui e fazer um texto sobre a leveza que vai ser ter 60 kg. pode levar um ano , ou dois. pode levar a vida inteira para conseguir manter. meu corpo agora resolveu dar um basta e dizer: agora vc vai ter que aprender a cuidar de mim de verdade.

 

está sendo um processo doloroso. está sendo um processo de ansiedade , eu diria, mas esta é uma estrada que está se fazendo, não posso negar, estou caminhando passo a passo, tentando observar a paisagem.

quase 3 meses

Essas semanas têm sido bem agitadas: a aula de dança voltou. a hidro tbm, as caminhadas estão deixando a desejar, a musculação, embora tenha me matriculado, não consegui ir.

Meu peso? não sei. Quinta feira vou subir numa balança. Mas meu número continua sendo 42. meu progresso tem sido lento, mas ao menos, eu não tenho compulsão alimentar! como é bom poder viver sem isso.

Apesar disso, imagino que 2kg tenham ido embora nesses 15 dias. Uma calça que eu não vestia a um ano entrou, fechou, embora tenha ficado apertada nas coxas.

Tenho sonhado muito com o dia em que meu imc for saudável de novo. Como eu disse no início deste blog: vai ser um conto de fadas. só que um diferente porque dessa vez, eu vou ter achado um estilo de vida que eu possa seguir a vida inteira: sem contar calorias, pontos, ou coisa nenhuma, mas ouvindo o meu corpo e a minha fome!

Independente do peso, a low carb já tá me fazendo um bem mental imenso. só falta eu realmente derreter todo este peso que se acumulou nesses 3 anos. e quando eu chegar lá, ai ai… quando eu ao menos sentir que estou melhor, bonita e de um jeito que eu consiga aparecer de corpo inteiro em fotos… vai ser emocionante!adot-placa-realize-a1-300x300

a dor

só quem passa por isso sabe…a dor de estar acima do peso. a dor de sofrer efeito sanfona. a dor de conquistar números menores e perder tudo. a dor de não querer sair em foto, de evitar os principais eventos por pensar ser incapaz. A dor de chorar o leite derramado e depois “beber o leito derramado” por pura compulsão ,como se ele fosse remédio pra dor de ter o derramado.

só quem sabe a dor de passar horas, dias, anos na posição vertical, pensando sobre como reverter este quadro, enquanto pessoas paraplégicas sorriem e se exercitam, enquanto pessoas magras caminham satisfeitas por praças, enquanto pessoas com doenças sem cura sorriem, lutam, alguém sente dor por ter tudo e desistir.

Obesidade, meus caros, é uma doença grave. uma patologia que envolve , corpo, espírito,  hormônios, níveis de insulina, glicemia,colesterol. uma bomba que não só está prestes a explodir, como já explode todos os dias antes do espelho: a dor de se olhar nele e não se reconhecer. a dor de ter iniciado muitas vezes e ter de recomeçar.

Crying-001

Eu me matriculei na musculação. e me pesei. estou com 3kg a mais do que quando iniciei este blog. se está sendo fácil? não está. está sendo um pesadelo que exige que eu reaja rápido, apesar da minha impotência.

mas… eu sou guerreira e quem me conhece sabe que eu não vou desistir. apenas vou lutar com um pouco mais de vontade, modificar minhas estratégias, observar, conhecer-me e galgar resultados. sim eu acredito que posso reverter de uma vez por todas e- um dia de cada vez -a obesidade.

as estratégias consistem em:

dieta low carb

pesagem semanal

treino diário ( natação, musculação, dança, caminhadas)

motivação. eu vou conseguir. e dessa vez vai ser definitivo.

 

 

 

Fernanda Thedim: musa inspiradora

Depois de chegar a pesar quase 130 quilos, a jornalista carioca Fernanda Thedim resolveu mudar radicalmente. Sob a supervisão do endocrinologista Fabiano M. Serfaty e do educador físico Dudu Netto, ambos do Rio de Janeiro, ela eliminou 55 quilos em seis meses apenas com dieta e atividade física.

Leia também:

Dieta para emagrecer rápido: cardápio para enxugar sem passar fome

Gordura trans: tudo sobre a vilã das dietas e da saúde

10 dicas para manter a forma nas festas de fim de ano

No livro “Corpo Novo, Vida Nova” (Casa da Palavra), ela conta como foi passar por todo esse processo fazendo a dieta da proteína, que foi dividida em duas fases. Na primeira, o objetivo é não ultrapassar a marca de 20 gramas de carboidratos por dia e a perda estimada é de até 3,5 kg por semana.

Já na segunda fase, a quantidade diária de carboidratos aumenta para 40 gramas e a perda estimada é até 1,5 quilos por semana. “O tempo de permanência em cada fase é variável. Depende dos objetivos e da adaptação de cada paciente, e isso deve ser orientado pelo médico”, diz.

Alimentos permitidos na dieta da Fernadna Thedim

Primeira fase

Carnes magras, peixes e aves.

Frios e queijos: presunto, peito de peru, chester, queijos amarelos, requeijão, ricota e polenguinho.

Ovos.

Óleos e gorduras: azeite de oliva e óleo de canola.

Creme de leite e leite de coco.

Farinha de linhaça e gergelim.

Verduras e legumes (exceto batata, inhame, aipim, beterraba, cenoura, milho, lentilha e feijão).

Conservas: alcaparra, aspargo, azeitona, cogumelo, palmito e picles.

Bebidas: chás, mate e chá gelado diet, refrigerantes e refrescos diet e light, suco de tomate.

Chiclete diet e gelatina diet.

Segunda fase

Acrescentar uma opção de cada grupo para consumir por dia na quantidade indicada:

Pães e similares: pão de forma (1 fatia), torrada integral (3 fatias).

Leite e derivados: leite desnatado (1 copo), leite de soja (2 copos), iogurte light e coalhada (1 pote), sorvete sem açúcar (2 bolas).

Frutas: 1 porção (exceto banana, uva, jaca e fruta-do-conde).

Doces: chocolate diet (25 gramas), paçoca diet (1 unidade), doce em compota diet (1 colher de sopa), pudim, musse ou creme diet (1 taça), geleia diet (2 colheres de sopa).

Frutas oleaginosas: nozes, castanhas, amêndoas, pistache, macadâmia (10 unidades) ou sojinha torrada, semente de abóbora ou girassol (1 pacote de 100 gramas)

Dicas para emagrecer da Fernanda Thedim

Alguns truques ajudaram Fernanda no processo de emagrecimento. Ela dá algumas dicas:

– Não encha o armário de guloseimas.

– Deixe os alimentos hipercalóricos para o final de semana.

– Sirva as refeições em pratos individuais ao invés de colocar travessas e panelas sobre a mesa.

– Não coma na frente da TV ou do computador.

– Leve a criança à feira ou ao supermercado para estimular a curiosidade sobre os alimentos.

– Varie a forma de preparo dos alimentos.

– Não use a comida como instrumento de consolo ou barganha.

http://www.vix.com/pt/bdm/corpo/dieta-da-fernanda-thedim-cardapio-que-enxugou-55-quilos-em-6-meses

originalmente em:

volta às aulas e news

Minha rotina mudou totalmente desde que voltei pro campus. A carne é regrada e a salada é farta, o que me leva a seguir uma dieta low fat durante o dia e high fat durante a noite quando chego em casa.

as caminhadas em jejum foram fantásticas. a aula de dança ainda não voltou.

Estou com medo de perambular pelos estacionamentos da UFMG, principalmente depois de ler sobre uns casos de assassinatos e estupros na famosa mata da federal, cheguei a cogitar o trancamento de uma matéria noturna, mas fico pensando se deixar me guiar pelo medo é uma solução. é provável que o ideal seja continuar indo e ter mais cautela com lugares onde estacionar, procurar sempre os locais mais movimentados é uma boa pedida, andar acompanhada também seria bacana.

 

Hoje experimentei novamente o famoso short 42, e ele está um pouquinho mais folgado. bem pouquinho. rsrs

Mas as mudanças no meu tronco e braços são impressionantes. meu rosto também está dando sinais de mudança. as bochechas estão desinchando.

estou mais motivada a respeito de todos os aspectos da minha vida, voltei a acreditar em sonhos que eu tinha desistido. sim, eu voltei a sonhar!

se isso tem a ver com a low carb? acredito que sim. tem tudo a ver. 🙂jknkjsskjs